Vendedor que odeia vendas: Qual o sentido disso?

Em Empreendedorismo, Facebook

Você já viu um nadador que não gosta de água, um piloto que tem medo de altura, ou um vendedor que odeia vendas? É sobre essas inconsistências que vamos falar no post de hoje.

Há um tempo eu estava vendo um vídeo do Ricardo Jordão, do BizRevolution. Ele estava falando que ficava “de cara” com uma galera que trabalhava com vendas e ficava brava quando recebia um e-mail de vendas.

Nesse vídeo ele fala: como uma pessoa que trabalha com vendas, seja um vendedor, empreendedor ou que trabalha na área comercial, pode ficar brava quando uma pessoa tenta vender algo para ela?

Ser um vendedor que odeia vendas é incoerente

Essa é uma inconsistência que eu percebo até mesmo nas minhas comunicações. Quando eu faço um anúncio, seja promovendo um conteúdo ou até um treinamento, eu vejo várias pessoas reclamando, xingando, falando mal por eu estar fazendo um anúncio para elas.

Mas, em muitos casos, essa mesma pessoa está vendo aquele anúncio porque está interessada em vender mais no seu negócio.

Eu acredito que todo mundo está vendendo alguma coisa a todo tempo, mesmo que você não se considere um vendedor. Seja um produto, serviço, uma ideia, uma imagem, enfim… Todos somos vendedores.

Entender mais sobre vendas e gostar do assunto, especialmente se você depende disso para seu negócio funcionar, é fundamental.

Aprenda com os erros (e acertos) dos outros

Se você quiser ter alguma chance de gerar resultados para o seu negócio, a primeira regra é: se quer trabalhar com vendas, você tem que gostar de quando pessoas estiverem vendendo para você também.

Talvez a maneira que as outras pessoas fazem não te agrada, mas sempre há um aprendizado quanto ao que fazer ou não fazer.

Dica Poderosa

Uma sacada que o Jordão deu no vídeo e eu já vinha adotando há bastante tempo é a seguinte: todo ano temos promoções, como Dia das Mães ou Black Friday, e as pessoas que odeiam e-mails de vendas entram em pânico sem saber o que fazer.

O Jordão conta que ele possui uma pasta no Gmail, onde salva todos os e-mails e comunicações de vendas de: Páscoa, Dia das Mães, Black Friday, etc.

Então, quando chega a época de alguma promoção sazonal, ele abre as pastas para se inspirar.

É possível salvar essas comunicações também em aplicativos, como o Evernote. Assim, cria-se uma biblioteca que pode trazer ideias bacanas para você se inspirar em suas ações.

Eu tenho uma pasta no Google Drive com todos os anúncios legais que eu recebo via e-mail ou Facebook. Neste caso, tiro um print da publicação e gravo tanto para usar nas minhas campanhas, quanto para compartilhar com meus alunos.

Quando se trabalha com vendas, é fundamental coletar o máximo de informações para colocar em prática quanto estiver vendendo.

A minha dica para quem trabalha com vendas é: quando você ver alguém vendendo para você, aproveite esse momento para tirar alguma sacada que pode ser aplicada OU NÃO no seu jeito de vender.

Ficar “bravinho” quando alguém vem vender algo para você não faz o menor sentido. É a mesma coisa de um piloto de avião ter medo de altura ou um nadador não curtir estar na água.

Assista ao vídeo:

Continue aqui no Blog!

Falando em vendas, você está se preparando para vender muito no primeiro semestre do ano? Confira o post:

DATAS COMEMORATIVAS PARA VENDER MAIS NO PRIMEIRO
SEMESTRE DO ANO: PLANEJE-SE!

Quer mais?

Não seja um vendedor que odeia vendas. Se você quer ter mais inspiração, além dessas dicas de salvar anúncios no e-mail, você pode baixar o meu e-book gratuito 22 táticas comprovadas para aumentar seu engajamento no Facebook.

Nele eu combinei as melhores sacadas de conteúdo que apliquei no meu negócio e já vi outras pessoas aplicarem também.

Você pode baixar para se inspirar e ter mais ideias de publicações na sua página do Facebook.

marketing em mídias sociais vendedor que odeia vendas

Recommended Posts

Deixei um comentário