Email Marketing 2.0: estratégias para um novo perfil de consumidor

Email Marketing | 6 Comentários

Postado originalmente no Blog da eBehavior.

Grandes empresas de varejo como Americanas, Walmart, Magazine Luiza e Extra, por exemplo, possuem estratégias de e-mail marketing que vão além do comum. Sem dúvida, tê-las como modelo ajuda a traçar bons planos de como atuar nesta área. No entanto, é no setor das pequenas e médias empresas que há muito potencial a ser explorado. Várias empresas de pequeno porte fazem campanhas de e-mail marketing, entretanto nem sempre todo o potencial deste tipo de comunicação é bem aproveitado.

Técnicas e estratégias

Muitas empresas ficam presas às questões que não são essenciais, por exemplo, qual a melhor hora do dia para mandar as mensagens, quais palavras os gerenciadores de e-mails classificarão como spam ou qual o título do e mail. Certamente, estes questionamentos são relevantes, mas há muito mais além deles.

Usar estratégias mais abrangentes e que impactarão seus clientes assim que eles receberem suas mensagens podem fazer a diferença. Confira a seguir três dicas para melhorar suas campanhas de e-mail marketing e elevar seus resultados.

1. Segmentação

A segmentação de bases de e-mail é um dos principais fatores de sucesso para suas campanhas. Ao ter uma base de e-mails com boa segmentação, você comunica o que o cliente quer receber. O processo padrão de envio de e-mail marketing se dá: 1) Compra ou formação de uma lista de contatos, 2) Importar para a ferramenta de envio, 3) Criação de e-mails, 4) Envio e 5) Esperar pelo cliente – para comprar, ou sem sua maioria, remover o endereço da sua base.

A segmentação é essencial para o e-mail marketing, pois uma única mensagem nunca será relevante para toda a sua base. Por mais fascinante que seja seu produto, saber quem é o cliente que receberá a mensagem é fundamental. No campo das pequenas empresas, poucas utilizam a segmentação de e-mails, sendo assim, se sua empresa utilizar esta estratégia, estará na frente.

2. Mantenha contato

Manter o contato com seus clientes também é uma estratégia fundamental. A partir da segmentação, este processo será mais fácil e personalizado, pois é possível enviar mensagens de acordo com o histórico deste cliente em sua loja. Entrar em contato com o consumidor apenas quando você quer é uma maneira individualista de vender. Permita uma troca e ofereça mais do que ele espera.

Que tal oferecer informações úteis à sua base? Ao invés de enviar apenas propaganda, divulgar um newsletter sobre o mercado de atuação da empresa, notícias sobre o seu negócio ou novidades em sua loja, podem ser formas de gerar conteúdo relevante para o cliente, mantê-lo próximo e ir além de uma simples relação de consumidor e vendedor. Além disso, poucas pessoas compram sempre que você envia um e-mail promocional. Contudo, manter esses clientes em contato com sua empresa pode render bons frutos e, neste caso a regra é mesma: poucas empresas de pequeno porte fazem isso.

3. Seja multimídia

Neste ponto o “ser multimídia” funciona no sentido literal, ou seja, explore outras mídias também. O e-mail marketing funciona, mas não é a cura para tudo. As redes sociais estão aí e se demonstram uma ótima ferramenta de comunicação. Aproveite isso também. Aqui a manutenção do contato ajuda as pessoas a serem mais receptivas aos seus e-mails, pois vocês estão mais próximos em outros lugares também. Com segmentação, personalização e contato, sua empresa pode mostrar que seus clientes são mais do que uma lista de nomes.

E-mail 2.0

A era 2.0 das ferramentas de comunicação na Internet, que contempla as redes sociais, sites colaborativos como a Wikipedia e o Social Commerce, já são uma realidade onde a comunicação flui entre todos os participantes. O E-mail Marketing também precisa entrar nesta era. O e-mail marketing 2.0, segundo a InfusionSoft, é “enviar mensagens relevantes e segmentadas para todos os consumidores”, ou seja, maior personalização possível.

Fazer diferente e inovar dá trabalho, mas só assim sua empresa pode se destacar e alavancar seus negócios. Para obter mais informações de como sua empresa pode seguir estes três passos usando ferramentas simples, entre em contato com a equipe eBehavior.

Fonte: InfusionSoft

6 Comentários

  1. Muito bom o teto acima, joia mesmo. Camila parabéns.
    Mas uma coisa que eu gostaria de saber é o que pode ser considerado spam, é quando uma pessoa recebe uma enorme quantidade de emails, de uma só vez, ou simplismente ela recebeu uma propaganda minha e pronto já é um spam, ou ela pode considerar isso como spam.
    Por que um amigo meu teve seu email marketing bloqueado, pois reclamaram de spam.
    Se pode me ajudar com isso? Brigado minha linda abraçoss

    1. Oi Josimar.

      Geralmente, os próprios serviços de email usam filtros para decidir o que é ou não spam. A partir de itens como título, se a mensagem possui anexos, se foi enviada a muitas pessoas ao mesmo tempo ou é de um endereço de email que já obteve denúncias de spam, os próprios serviços bloqueiam.

      Às vezes as pessoas sinalizam as mensagens que passam por esses filtros automáticos como Spam para não recebê-las mais. O fato de seu email ser uma propaganda, não o caracteriza como Spam. Sugiro a leitura desse texto: http://dev2mail.com.br/Site/blog/marketing/regras-para-o-seu-e-mail-nao-cair-no-bloqueio-anti-spam-parte-2/ que tem várias dicas de como evitar que suas mensagens caiam no spam.

  2. Muito bom o teto acima, joia mesmo. Camila parabéns.
    Mas uma coisa que eu gostaria de saber é o que pode ser considerado spam, é quando uma pessoa recebe uma enorme quantidade de emails, de uma só vez, ou simplismente ela recebeu uma propaganda minha e pronto já é um spam, ou ela pode considerar isso como spam.
    Por que um amigo meu teve seu email marketing bloqueado, pois reclamaram de spam.
    Se pode me ajudar com isso? Brigado minha linda abraçoss

    1. Oi Josimar.

      Geralmente, os próprios serviços de email usam filtros para decidir o que é ou não spam. A partir de itens como título, se a mensagem possui anexos, se foi enviada a muitas pessoas ao mesmo tempo ou é de um endereço de email que já obteve denúncias de spam, os próprios serviços bloqueiam.

      Às vezes as pessoas sinalizam as mensagens que passam por esses filtros automáticos como Spam para não recebê-las mais. O fato de seu email ser uma propaganda, não o caracteriza como Spam. Sugiro a leitura desse texto: http://dev2mail.com.br/Site/blog/marketing/regras-para-o-seu-e-mail-nao-cair-no-bloqueio-anti-spam-parte-2/ que tem várias dicas de como evitar que suas mensagens caiam no spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.